Meu emagrecimento

Meu emagrecimento

Meu emagrecimento

Meu emagrecimento

Meu emagrecimento

            O meu emagrecimento, como quase tudo nesta vida, foi com desafios, doloroso e satisfatório. ( Um paradoxo), os resultados mesmo que seja o mínimo atingido tem que ser comemorado e servir para motivação .

            Quando resolvi emagrecer já era na década de 1980, eu estava com mais de 100 quilos, pressão alta, problemas renais, inchada, desmotivada e ainda com crise de pânico, ou seja, uma salada mista de coisas negativas. Já havia tido minhas duas filhas e durante a primeira gravidez, engordei mais de 30 quilos e logo que minha primeira filha nasceu, eu no resguardo engravidei da caçula (a diferença entre elas são de 14 meses), minha primeira filha foi um parto complicado, tive eclampse e ela precisou ser tirada a parto forceps, e ainda gorda, engravidei novamente e engordei ainda mais. Imaginem a cena!

            Eu, durante a minha infância e adolescência, sempre fui magra, não sou de mãe, pai e irmãos sobrepeso, mas eu me casei ainda com 17 anos e engravidei. Durante a gravides, comia o que podia e não podia e fora o peso do bebe, acabei engordando muito. Foi durante esse momento que foi descoberta a hipertensão, pois, até então eu não sabia da minha predisposição para pressão alta. Devido a isso, o parto foi delicado e a pressão foi lá em cima, sobrecarregando o coração e rins, o que me causou insuficiência renal (algo que tenho até hoje e estou tratando).

Com os desafios da vida, eu via uma satisfação muito grande em comer, quando estava feliz, eu comia, quando estava triste, comia mais ainda e fiquei nisso até quando acordei para a realidade e disse : basta!

O corpo, já sentindo o peso, o cansaço, e a insatisfação comigo mesma, não respondia da mesma forma, o bom é que, eu não sou um tipo de pessoa que o externo me influencia facilmente, com isso não digo que não sou uma boa ouvinte e quando vejo que algumas mudanças e conselhos farão diferença em minha vida, porque não ouvir, não é mesmo?

            O que é positivo nos faz bem, temos que pegar o que é positivo, viver de energias que nos deixa mais contentes, não emagreci do dia para a noite, e não foi fácil.

            Como também já descrevi na minha historia de vida os primeiros dias de caminhada eram desanimador tudo doía, e o cansaço, dores nas pernas, nas costas, a vontade que tinha era não voltar no outro dia, pois a dor era muito grande… Mesmo assim, eu criava forças dentro de mim e vencia o externo. Dessa forma, eu fui pegando como costume fazer caminhada todos os dias, nisso, logo acabei vendo a necessidade de mudar toda a minha alimentação. Pois tudo é um conjunto de fatores, exercícios, alimentação, uma vida sana, pensamento sano.

Já com problema de pressão grave, tirei totalmente o sal da minha alimentação e pode não parecer, mas isso já foi um grande passo, pois deixei de reter muito líquido, pois se já o calor nos deixa com muita agua no corpo, imaginem com sal! Hoje consigo comer tudo totalmente sem sal e para mim, é uma delicia! Sinto os gostos de todos os alimentos.

            Na época do meu emagrecimento eu não tinha muito acesso as informações, não tínhamos internet, não comprava revistas, pois tinha o orçamento curto, mas já sabemos que verdura nos faz bem, frutas e água, muita água… Eu nunca fui de fazer dieta de sopa, de proteína ou estas que te enxuga rápido demais, pois isso não faz bem para o corpo, até porque eu com uma insuficiência renal, como iria carregar os rins e o fígado somente de proteína? Seria pedir para fazer hemodiálise ou morrer, então comecei a comer de tudo, mais em menos quantidade. E comer fracionado, não emagreci da noite para o dia, mas com o tempo tenho a dizer que foi incrível! Com mais de 100 quilos, passei a pesar os meus 60 quilos e desde então os mantive.

            Manter o peso é desafiador, mas também podemos fazer isso tranquilamente, a ginástica para o corpo tem que fazer parte de nossa vida e uma alimentação totalmente balanceada, algumas vezes quando me permito um pouco a mais me compenso em outros dias.

           É preciso sempre se vigiar sem ficar em neurose, pois quem tem facilidade de ganhar peso sabe como é depois perdê-los, manter uma auto estima boa faz parte de nossa cura interna.

Meu emagrecimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »